Wado (SC) lança desabafo sobre fascismo brasileiro

"Não é hora de bater em retirada" canta no novo single.

Foto: Marcelo Camelo

Como que sem mais suportar um choro entalado na garganta, “Antifa” chegou sem avisar às plataformas de streaming. O single de Wado traz melancolia nos versos e vem de uma vez só, com menos de dois minutos, faixa curta e suficiente para desabar sobre nossos ombros a tristeza em constatar os tempos de ignorância, ódio e fascismo que o país está imerso.

“Não é hora de bater em retirada”, “O ódio é o pior partido”, “Não serei omisso na terra onde habito” surgem de acordes delicados do teclado que foram completos com programações e synths, acredito. Sobre a canção, Wado desabafa: “O Brasil saiu do armário e, ao invés de ser uma drag linda, era um conservador de extrema direita, cujo símbolo máximo é esse presidente”, protesta o artista.

OUÇA “ANTIFA”

LETRA
Caminha com espírito exposto
Esse indivíduo
Como se fosse vidro
Tudo está contido no oco
Deste indivíduo
De tudo é desprovido

E não é hora de bater em retirada
E não é hora, e não é hora.

E dedos são gatilhos no coldre
Deste inimigo
O ódio é o pior partido
E o feudo de exceção está podre
Não serei omisso
Na terra onde eu habito

É como a hora de erguer a barricada
É como a hora, é como agora

Resenha escrita com informações da assessoria do artista.

1 I like it
0 I don't like it

(Jornalista)

Gustavo é jornalista e gerente de comunicação do selo Urtiga.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *